BIODIVERSIDADE
Responsabilidade e conservação da

Veracel Celulose: Compromisso com a Conservação Ambiental

Está em nossa essência acreditar e investir em um negócio com fontes renováveis e práticas sustentáveis. Essa é a nossa forma de produzir celulose. São estes os elementos que determinam a manutenção da nossa empresa e sua prosperidade.

Por estarmos intimamente conectados nesta relação, nosso compromisso na conservação da biodiversidade é renovado diariamente, através da cultura de valorização da riqueza natural que nos cerca e pelo respeito à vida em todas as suas manifestações.

Por meio de programas, parcerias, certificações, projetos e ações com foco prioritário na preservação da biodiversidade, procuramos dar o exemplo e inspirar novas atitudes que transformam positivamente o ambiente em que vivemos. 

RPPN Estação Veracel

SÍTIO DO PATRIMÔNIO MUNDIAL NATURAL

reconhecida pela UNESCO

A RPPN Estação Veracel é um grande orgulho para todos nós colaboradores da Veracel Celulose e do sul da Bahia, assim como um grande ativo para toda a humanidade. A maior reserva de mata atlântica particular do nordeste é reconhecida pelo UNESCO como Sítio do Patrimônio Mundial Natural e Área Chave para Conservação Ambiental. Um lugar espetacular de preservação, pesquisas científicas e educação ambiental.

Somos Amigos da Fauna

A campanha #AmigosdaFauna tem envolvido colaboradores e comunidade, apresentando em nossas redes sociais mensalmente, um animal nativo que habita o nosso território. A criação de conteúdos com informações de qualidade tem um papel fundamental na construção de uma relação de respeito e admiração pela vida silvestre de nossa região
Conhecimento a favor da conservação das espécies!

Observamos e Aprendemos com a Natureza

Estamos cercados por uma riqueza natural que tem muito o que nos ensinar se devidamente observada e compreendida. Em sinergia com a Suzano e a Casa da Floresta, a Veracel monitora uma área de mais de 900 mil hectares.

Nesta enorme área, são registradas espécies da fauna e flora, muitas delas ameaçadas de extinção (confira mais detalhes do monitoramento de fauna e flora realizado pela Veracel Celulose). 

Além disso, por abrigar diversas nascentes, na RPPN Estação Veracel estão incluídas ações de monitoramento das bacias hidrográficas, gerando dados e informações para embasar ações do poder público em conjunto com a sociedade, garantindo a disponibilidade de água para a região.

Pelo Mar, Vamos Melhor

A opção pelo transporte da nossa celulose por barcaças, significa uma escolha sustentável, com menos emissão de carbono e que alivia a pressão de veículos de cargas pelo trecho da BR101, entre Bahia e Espírito Santo.

Em modo contínuo, equipes e tripulações se revezam em turnos, operando 24 horas por dia. Enquanto uma barcaça está sendo carregada em Belmonte, outra segue em navegação por cabotagem, margeando a costa da região. Ao mesmo tempo, uma terceira é descarregada em Barra do Riacho/ES e, ao chegar no terminal, o empurrador é desacoplado de uma barcaça e acoplado a outra, iniciando a viagem de volta.

As barcaças ganharam ainda a instalação de uma câmera térmica. O objetivo é registrar os movimentos das baleias e de pequenas embarcações. As imagens são lidas em um software que emite alarmes sonoros diferenciados caso identifique qualquer obstáculo à frente da embarcação em um raio de até dois quilômetros. Isso é segurança no mar!

baleias-jubarte-veracel-celulose
baleias-jubarte-veracel-celulose

Baleia-Juberte: Baiana por Natureza

A população de baleias-jubarte nas águas do Sul da Bahia cresceu e a Veracel atua no monitoramento e conservação dessas gigantes maravilhosas.

As baleias visitam a costa da Bahia de junho a novembro para reprodução e fazemos desse berçário escolhido por elas um lugar ainda mais seguro. Nesse período, elas vêm para o litoral baiano para acasalar, voltam para o polo sul e retornam 11 meses depois para dar à luz e amamentar seus filhotes.

Foto: Milton Marcondes – Projeto Baleia Jubarte
Nós ajudamos a contar mais de
15 mil BALEIAS
que visitaram o litoral brasileiro
Nosso monitoramento diário registrou mais de
5 mil TARTARUGAS
ao longo das temporadas reprodutivas

Somos Plantadores de Florestas

Além do plantio de eucalipto para a produção de celulose e da nossa Reserva Particular do Patrimônio Natural Estação Veracel, somos responsáveis pelo plantio de grandes áreas com árvores nativas da Mata Atlântica. Estas áreas equivalem a mais de sete mil campos de futebol! 

Contribuímos também para a restauração no corredor ecológico entre a RPPN Estação Veracel e o Parque Nacional do Pau Brasil. Uma meta de conexão entre as duas grandes áreas de preservação ambiental no sul da Bahia. A iniciativa foi desenvolvida por meio do projeto Mata Atlântica da Agência Alemã de Cooperação Internacional GIZ*. 

Nestas perspectivas de restauração, cumprimos metas anuais de iniciativas que compõem as estratégias nacionais de conexão de fragmentos da Mata Atlântica e seguimos os planos municipais de conservação em cada um dos 11 municípios onde atuamos.

Dá para conferir, desde 1990, a evolução da cobertura vegetal no território de atuação da Veracel, nos mapas de monitoramento de cobertura vegetal do Extremo Sul da Bahia em https://monitoramentobahia.dialogoflorestal.org.br

*Deutsche Gesellschaft für Internationale Zusammenarbeit